É o recurso da Internet, cuja tarefa consiste em recolher, analisar e propagar a informação referente ao papel importante do enxofre na nutrição de plantas.
Tempo do enxofre > Sobre o enxofre > Sinergismo de nitrogénio e enxofre

Sinergismo de azoto e de enxofre

O efeito sinergético é o efeito que se consegue entre dois e mais agentes, sujeitos, fatores ou substâncias que originam o efeito maior que o resultado da simples soma dos respetivos efeitos individuais destes. Essa noção é contrária à noção de antagonismo (Dicionário de Termos de Negócios).

Segundo a Lei de Liebig a deficiência de um dos nutrientes no solo passa a ser o fator limitante que origina a redução da quantidade e da qualidade da colheita das culturas agrícolas. A deficiência de enxofre e de nitrogénio pára o processo da formação de proteína na planta, reduzindo, por conseguinte, o número de sementes e exercendo a influência negativa no desenvolvimento da planta. Considerando que enxofre e nitrogénio exercem função essencial na síntese de proteínas, a entrada destes nutrientes na planta está interligada. A adição do enxofre é necessária para aumentar a eficácia dos fertilizantes de nitrogénio aplicados. O atraso na entrada do enxofre reduz a assimilação pela planta do nitrogénio do solo, aumentando a extração de nitratos. Por outro lado, a aplicação do nitrogénio em grandes quantidades leva à deficiência de enxofre. Nas pesquisas científicas o efeito sinergético do nitrogénio e do enxofre é considerado positivo para todas as culturas agrícolas. A proporção ótima entre o nitrogénio e o enxofre está no intervalo de 5:1 a 7:1.